Anticoagulantes e Medicamentos para dissolver coágulos Um novo estudo revela resultados surpreendentes

Novo Estudo Mostra Que Adicionar Anticoagulantes à Medicação para Dissolver Coágulos Após um Acidente Vascular Cerebral Isquêmico Pode Não Ser Benéfico, Pois Não Melhora o Resultado em 90 Dias.

Tratamento do derrame: Não é necessário adicionar anticoagulantes aos medicamentos que dissolvem coágulos

🩸 Você sabia que o derrame afeta cerca de 15 milhões de pessoas em todo o mundo a cada ano? Dessas ocorrências, aproximadamente 62% são derrames isquêmicos, que ocorrem quando o fluxo sanguíneo para o cérebro é bloqueado por um coágulo. Felizmente, o tratamento principal para o derrame isquêmico é um medicamento que dissolve coágulos e pode ser administrado até três horas após o derrame ocorrer. No entanto, os médicos muitas vezes prescrevem anticoagulantes após um derrame para prevenir futuros coágulos. Mas será que a combinação de anticoagulantes e medicamentos que dissolvem coágulos realmente melhora os resultados para os pacientes?

🔍 Pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de Washington em St. Louis, MO, recentemente conduziram um estudo para responder a essa pergunta. Os resultados foram publicados na Conferência Internacional de Derrame da American Stroke Association em 2024, e podem surpreender você. Vamos mergulhar no estudo e explorar o que isso significa para o tratamento do derrame.

Resultados do Estudo

✅ O estudo, chamado Trial de Otimização de Trombólise de Derrame Cerebral (MOST, na sigla em inglês), envolveu participantes de 57 centros médicos nos Estados Unidos. Os pesquisadores analisaram os dados e descobriram que adicionar anticoagulantes aos medicamentos que dissolvem coágulos não melhorou o nível de função física dos participantes após 90 dias.

🤔 Isso mesmo. Contrariamente às expectativas, a combinação de anticoagulantes e medicamentos que dissolvem coágulos não proporcionou benefícios significativos em termos de resultados a longo prazo. O estudo, originalmente planejado para incluir 1.200 participantes, foi interrompido quando ficou claro que continuar o estudo provavelmente não traria mais resultados positivos.

🏥 No entanto, é essencial notar que o estudo constatou que o uso de anticoagulantes juntamente com medicamentos que dissolvem coágulos não aumentou o risco de sangramento no cérebro, o que é uma preocupação significativa no tratamento de pacientes com derrame usando esses medicamentos.

Por Que o Estudo Foi Realizado

🔎 Os pesquisadores decidiram explorar o impacto de adicionar anticoagulantes aos medicamentos que dissolvem coágulos porque estudos realizados no passado mostraram que essa combinação pode melhorar os resultados em pacientes que tiveram ataques cardíacos. No entanto, eles queriam determinar se a mesma abordagem seria eficaz para aqueles que sofreram um derrame isquêmico.

⚠️ O tratamento de derrame isquêmico com medicamentos que dissolvem coágulos pode ter sucesso, mas aproximadamente metade dos pacientes tratados ainda apresenta incapacidades três meses após o derrame. Os pesquisadores buscavam encontrar uma solução potencial que pudesse aumentar a eficácia do tratamento e melhorar os resultados para os pacientes com derrame.

Principais Pontos e Implicações Futuras

📌 Embora este estudo possa não ter produzido os resultados esperados, ele oferece insights valiosos para pesquisas futuras no tratamento de derrame isquêmico. Aqui estão alguns pontos importantes:

1️⃣ A combinação de anticoagulantes e medicamentos que dissolvem coágulos não melhorou a função física dos pacientes após 90 dias. 2️⃣ Não houve aumento do risco de sangramento no cérebro quando anticoagulantes foram usados juntamente com medicamentos que dissolvem coágulos. 3️⃣ O resultado negativo do estudo destaca a necessidade de investigação adicional sobre outras opções de tratamento e métodos de administração de medicamentos.

👩‍⚕️ Durante nossa investigação, conversamos com o Dr. Opeolu M. Adeoye, autor principal do estudo. Ele expressou surpresa com os resultados e sugeriu que estudos anteriores sobre esse tema possam ter sido afetados pelo fato de terem sido realizados antes do advento da trombectomia, um procedimento usado para remover fisicamente os coágulos. O Dr. Adeoye também enfatizou a importância de pesquisas contínuas na área para informar abordagens futuras de tratamento.

🔬 Segundo o Dr. José Morales, um neurologista vascular e cirurgião neurointervencionista, e o Dr. Cheng-Han Chen, um cardiologista intervencionista, é necessário explorar mais para identificar outros tratamentos potenciais e investigar o uso de diferentes tipos de anticoagulantes.

🙌 Embora este estudo não tenha produzido os resultados positivos esperados, ele contribui para os esforços contínuos para melhorar o tratamento de derrame e aprimorar a vida dos sobreviventes de derrame. Ao esclarecer a eficácia dos anticoagulantes em conjunto com medicamentos que dissolvem coágulos, os pesquisadores agora podem se concentrar em explorar novos caminhos.

P&R: Abordando Preocupações Adicionais

❓P: Existem outros medicamentos ou tratamentos que podem ser utilizados juntamente com medicamentos que dissolvem coágulos para o tratamento do derrame?

💡A: Sim, existem pesquisas em andamento que exploram diferentes opções de tratamento para o AVC. Alguns deles incluem aspirina, outros tipos de afinadores de sangue e métodos inovadores de entrega de medicamentos. Embora o estudo recente não tenha encontrado nenhum benefício na combinação de afinadores de sangue e medicamentos para dissolver coágulos, isso não descarta a eficácia potencial de outros medicamentos na melhora dos resultados do AVC.

❓P: Quais são as recomendações atuais para a prevenção de AVC em pessoas com histórico de AVC ou alto risco de AVC?

💡R: A prevenção de AVC é crucial para indivíduos que tiveram um AVC ou estão em alto risco. Além do medicamento prescrito, são geralmente recomendadas modificações no estilo de vida, como adotar uma dieta saudável rica em frutas e vegetais, praticar atividade física regularmente e controlar adequadamente condições médicas como pressão alta e diabetes. Além disso, consultas regulares e seguir as orientações do seu médico são essenciais para prevenir futuros AVCs.

❓P: Quais são os primeiros sinais de alerta de um AVC e quando devo buscar ajuda médica?

💡R: Reconhecer os sinais de um AVC e buscar ajuda médica imediata é vital. Lembre-se do acrônimo SAMU: Problemas no rosto, fraqueza no braço, dificuldade na fala, tempo para chamar o serviço de emergência. Se você ou alguém ao seu redor apresentar algum desses sintomas, ligar para o serviço de emergência ou para o número de emergência adequado do seu país é crucial para receber tratamento oportuno e reduzir o risco de danos a longo prazo.

Conclusão

💔 Embora a combinação de afinadores de sangue e medicamentos para dissolver coágulos não tenha levado a melhorias nos resultados após um AVC, este estudo representa um avanço significativo na compreensão do tratamento do AVC. Ele destaca a importância da pesquisa contínua e da necessidade de explorar abordagens alternativas para melhorar a vida dos sobreviventes de AVC.

💡Se você ou alguém que você conhece teve um AVC, lembre-se de que cuidados médicos imediatos são cruciais. Ao se manter informado sobre os últimos desenvolvimentos no tratamento do AVC, você pode desempenhar um papel ativo na jornada de saúde de você mesmo ou de um ente querido.

🔗 Para mais informações sobre AVC, tratamento de AVC e prevenção, confira essas fontes confiáveis:

📢 Ajude-nos a divulgar esta importante pesquisa compartilhando este artigo nas mídias sociais. Juntos, podemos aumentar a conscientização e apoiar pesquisas em andamento para melhorar os resultados do tratamento do AVC.