Os Bulldogs Franceses estão perdendo sono? O alto preço de sua popularidade

Novo Estudo Adverte Sobre Alto Custo Pago pela Popularidade dos Buldogues Franceses como Raça Mais Popular no Mundo

Buldogues franceses e outras raças com faces achatadas, conhecidas como ‘Fatigued Frenchies’, têm uma qualidade de sono pior.

Imagem de notícias: 'Frenchies' fatigados: Cães de cara achatada têm pior sono

Os buldogues franceses podem ser a raça mais difundida no mundo, mas sua popularidade tem um custo. Um novo estudo alerta que os cãezinhos adoráveis ​​e de cara achatada têm um sono pior devido à apneia do sono específica da raça. E esse sono ruim pode indicar mudanças potencialmente prejudiciais na função cerebral. Na verdade, as leituras das ondas cerebrais feitas enquanto os ‘Frenchies’ estavam dormindo mostraram padrões associados à perda de matéria branca – as fibras nervosas que transmitem sinais entre diferentes partes do cérebro.

Problemas de sono e função cerebral

Imagine isso – boxers franceses com suas cabeças grandes, olhos redondos, testas altas e narizes pequenos. Nós humanos achamos essas características irresistivelmente fofas, assim como os bebês têm um jeito de fazer com que cuidemos deles. No entanto, é possível que a seleção de cães para ter aparências de bebês também tenha infantilizado a função cerebral deles. Os crânios encurtados e cérebros redondos associados a raças braquicefálicas, como pugs, buldogues franceses e buldogues ingleses, têm sido associados a vários problemas de saúde e menor expectativa de vida.

Os perigos de ter uma cara achatada

🔎 Link de pesquisa: Papel do sono na saúde e produtividade

Cães de cara achatada como buldogues franceses tendem a ter vidas de 3 a 4 anos mais curtas do que outras raças. Infelizmente, muitos deles nem mesmo sobrevivem até a idade adulta. Esses filhotes adoráveis ​​sofrem de várias doenças e frequentemente precisam de cirurgia para tratar problemas nos olhos, respiração e sistema musculoesquelético. Embora o encurtamento anormal de seus crânios tenha sido associado a cérebros arredondados, os pesquisadores ainda estão tentando determinar como isso afeta a função cerebral deles.

Um vislumbre do sono de um cachorro

🔎 Link de pesquisa: Sono de cães de família com cabeça braquicefálica e cabeças não braquicefálicas: um estudo-piloto de EEG

Para aprofundar os padrões de sono de cães de cara achatada, os pesquisadores conduziram um estudo com 92 cães de estimação. Usando exames de EEG do cérebro, os cães passaram cerca de três horas em um laboratório do sono com seus donos. As leituras do cérebro foram feitas através de eletrodos fixados em seus escalpos. O objetivo era investigar se cães de cara achatada realmente dormem de maneira diferente de outros cães, considerando sua tendência a sofrer privação de oxigênio e sono de má qualidade devido a problemas respiratórios. O estudo constatou que esses cães dormiam mais durante o tempo dado, indicando que podem estar compensando a falta de sono à noite tirando mais cochilos durante o dia.

Os pesquisadores se concentraram especialmente na fase de REM (movimento rápido dos olhos) do sono dos cães. Essa fase apresenta atividade cerebral de alta frequência semelhante à vigília e está associada ao sucesso de aprendizado nos cães. O estudo revelou padrões de sono REM que já foram conectados a um aprendizado pior em cães e perda de substância branca no cérebro em humanos. Parece que os cães de cara achatada retiveram o padrão de sono da infância, assim como os recém-nascidos humanos que passam mais tempo em sono REM. A criação de cães com cabeças braquicefálicas poderia levar a mudanças potencialmente prejudiciais na função cerebral.

Conteúdo de Perguntas e Respostas

P: Os buldogues franceses são os únicos cães com problemas de sono? R: Embora os buldogues franceses tenham problemas de sono específicos devido à sua anatomia, outras raças também podem ter distúrbios do sono. Fatores como idade, condições de saúde e perturbações ambientais podem afetar a qualidade do sono dos cães. [^1^]

P: O sono apnéico em cães pode ser tratado? R: O sono apnéico em cães pode ser gerenciado e tratado com opções como perda de peso, cirurgia, terapia posicional e uso de dispositivos especializados como máquinas CPAP. [^2^]

P: Como os donos de animais de estimação podem melhorar o sono de seus cães? R: Criar um ambiente de sono confortável, estabelecer uma rotina de sono consistente, fornecer exercícios regulares e abordar quaisquer problemas de saúde subjacentes podem ajudar a melhorar a qualidade do sono do seu cão. [^3^]

Conclusão

Os Bulldogs Franceses podem ser incrivelmente populares, mas devemos estar cientes das desvantagens que vêm com a criação de características físicas específicas. A baixa qualidade do sono e os potenciais efeitos adversos na função cerebral em cães de faces achatadas destacam a importância de práticas de criação responsáveis. Como proprietários, também podemos desempenhar um papel garantindo que nossos amigos peludos tenham o sono necessário para uma saúde e bem-estar ótimos.

📚 Lista de Referências: – [1] Dicas para ajudar seu cão a dormir bem – [2] Apneia do sono em cães: causas, sintomas e tratamento – [3] Como ajudar seu cão a ter uma boa noite de sono

Lembre-se, o conhecimento é poder, então compartilhe este artigo e ajude a espalhar a conscientização sobre a importância do sono para nossos companheiros peludos!

💬 Nos avise se você já percebeu problemas de sono em seus animais de estimação. Compartilhe suas experiências nos comentários abaixo!