Adiamentos de Cirurgia A Preocupação Custosa

Um novo estudo revela que preocupações financeiras frequentemente levam os idosos a adiarem cirurgias necessárias.

Muitos americanos estão adiando cirurgias devido a preocupações financeiras e preocupações com o trabalho.

🚑💲🤷‍♀️💪🏽💼🏥

⚡ Sabia que preocupações financeiras estão levando adultos mais velhos a adiar cirurgias tão necessárias? 😱 Isso mesmo, de acordo com um estudo recente, quase metade dos adultos com 50 anos ou mais que estavam extremamente preocupados com o custo da cirurgia resolveram não ir para a mesa de operação. 😮💰 Mas isso não é tudo, pessoal! Mais da metade daqueles que estavam preocupados em tirar tempo do trabalho também acabaram cancelando seus planos cirúrgicos. 🙅‍♀️💼

📚🌐 Pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Michigan descobriram que preocupações financeiras estão desempenhando um papel significativo no processo de tomada de decisão das pessoas quando se deparam com uma cirurgia eletiva. O Dr. Nicholas Berlin, um cirurgião residente, enfatizou a importância de discutir as implicações financeiras e de emprego da cirurgia com os pacientes, compartilhando como ele presenciou pacientes segurados desistirem de cirurgias necessárias devido a custos exorbitantes e a incapacidade de tirar folga do trabalho para se recuperar. 💸🛌

🔬📊 Berlin e sua equipe analisaram dados da Pesquisa Nacional sobre Envelhecimento Saudável, que revelou que, em 2022, quase metade dos adultos mais velhos considerando cirurgia tinham preocupações sobre custos, riscos de COVID-19 e tempo perdido no trabalho. Além disso, dois terços dos entrevistados que estavam muito preocupados com exposição ao COVID-19 durante a cirurgia ou recuperação acabaram decidindo não fazer a operação. Surpreendentemente, a dor ou preocupações com a recuperação não tiveram um impacto significativo no processo de tomada de decisão. 😷😓

💡➡️ Esforços federais para abordar questões de custo incluíram exigir que hospitais sejam transparentes sobre seus preços e reduzir cobranças surpresa. No entanto, essas políticas não conseguem lidar com a questão da perda de salário devido ao tempo fora do trabalho ou os desafios impostos por várias estruturas de seguro saúde. Por exemplo, a adesão a planos limitados da Medicare Advantage e a planos de saúde com franquia alta têm crescido, coincidindo com um aumento no número de pessoas com mais de 60 anos que ainda estão trabalhando. 🤔👴💼

🔎🔬📝 São necessárias pesquisas adicionais para entender totalmente os fatores que influenciam a decisão de uma pessoa prosseguir com a cirurgia. O Dr. Jeffrey Kullgren, diretor da Pesquisa Nacional sobre Envelhecimento Saudável, destaca que o impacto do cuidador, como a incapacidade temporária de cuidar de outra pessoa ou a falta de alguém para cuidar do paciente após o procedimento, também desempenham um papel na decisão de não realizar a cirurgia.

Agora, vamos aprofundar mais esse assunto e responder a algumas perguntas-chave que os leitores podem ter.

✨✨✨

P&R

P: Quais são algumas das cirurgias eletivas mais comuns que as pessoas consideram?

R: As operações eletivas mais comuns incluem substituição de joelho ou quadril, cirurgia de catarata, reparo de hérnia, remoção da vesícula biliar e histerectomia. Esses procedimentos podem ser medicamente necessários e cobertos pelo seguro. No entanto, alguns participantes do estudo também consideraram cirurgias estéticas, que geralmente são pagas inteiramente do próprio bolso.

P: Além do custo, existem outros fatores que influenciam a decisão de uma pessoa prosseguir com a cirurgia?

R: Sim, além das preocupações financeiras, outros fatores surgem quando se decide fazer uma cirurgia. Por exemplo, o medo de exposição ao COVID-19 durante a cirurgia ou recuperação foi um fator significativo para alguns indivíduos do estudo. Além disso, o impacto sobre o cuidador, como a preocupação em ficar temporariamente incapaz de cuidar de outra pessoa ou não ter alguém disponível para cuidar deles após a cirurgia, também influenciou o processo de tomada de decisão.

P: Existem debates ou pontos de vista divergentes na comunidade científica em relação aos adiamentos de cirurgia?

R: Embora o estudo destaque o impacto das preocupações financeiras nos atrasos de cirurgia, existem debates e discussões contínuas na comunidade científica em relação ao tópico mais amplo da acessibilidade e a custo dos cuidados de saúde. Alguns argumentam que abordar a transparência de custos e a cobrança surpresa não é suficiente, e medidas mais abrangentes devem ser tomadas para garantir cobertura adequada de saúde para todos os indivíduos. Esses debates continuam a moldar as discussões sobre políticas e o cenário da saúde.

💡💼💉

Lembre-se, quando se trata de tomar decisões sobre sua saúde, é importante considerar todos os fatores, incluindo as implicações financeiras. No entanto, nunca comprometa seu bem-estar devido a preocupações financeiras. Explore os recursos disponíveis, como programas de assistência financeira ou profissionais de saúde que podem ajudá-lo a entender os aspectos financeiros da cirurgia. Sua saúde é importante e, com o apoio adequado, você pode tomar decisões informadas que priorizam tanto seu bem-estar físico quanto financeiro. 💪🏽🌟

🔗 Aqui estão alguns recursos adicionais para explorar ainda mais este tópico:

  1. Harvard Medical School – Transparência nos Preços de Hospitais
  2. Substituição de Joelho ou Quadril: Informações e Recursos
  3. Cirurgia de Catarata: O Que Você Precisa Saber
  4. Reparação de Hérnia: Causas e Opções de Tratamento
  5. Remoção da Vesícula Biliar: Procedimento Cirúrgico e Recuperação

🙌 Se você encontrou este artigo útil ou interessante, por que não compartilhá-lo com seus amigos e familiares nas redes sociais? Juntos, podemos espalhar informações úteis e capacitar as pessoas a tomarem decisões informadas sobre sua saúde. 💙💻📱

🌟 Fique saudável, mantenha-se informado! 🌟