China vai eliminar o requisito de teste de COVID para viajantes estrangeiros

China elimina teste de COVID para viajantes estrangeiros.

A partir de quarta-feira, 30 de agosto, os viajantes para a China não precisarão mais de um teste negativo de COVID para entrar no país, anunciaram autoridades na segunda-feira.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin, anunciou o plano em um comunicado oficial do governo, marcando um grande marco em um país que impôs rígidos bloqueios e políticas de “zero COVID” durante a pandemia.

Esta é a mais recente mudança nas políticas que isolaram a China do resto do mundo.

Em janeiro, o país encerrou as quarentenas para cidadãos que retornavam de viagens internacionais e desde então expandiu o número de países para os quais os cidadãos chineses podem viajar.

Antes de dezembro, a China tinha uma política de “zero COVID” que incluía bloqueios completos e longas quarentenas para pessoas infectadas. Algumas pessoas foram trancadas em suas casas com arame e parafusos em suas portas ou presas em prédios de escritórios.

A cidade de Xangai colocou seus 25 milhões de residentes em lockdown de abril a junho de 2022, fornecendo suprimentos alimentares do governo e exigindo testes PCR frequentes, segundo a Associated Press.

As restrições afetaram a economia chinesa, levando ao desemprego e protestos em grandes cidades como Pequim, Xangai, Guangzhou e Nanjing em novembro passado.

As políticas foram rescindidas abruptamente em dezembro, levando a picos de infecção que um estudo dos Estados Unidos descobriu terem causado quase 2 milhões de mortes, informou a AP.

Mais informações

O Centers for Disease Control and Prevention dos Estados Unidos tem mais informações sobre a COVID-19.

FONTE: Associated Press