Degeneração Macular Relacionada à Idade Uma Preocupação Crescente

Pesquisadores preveem um aumento global nos casos de degeneração macular relacionada à idade de 196 milhões atuais para 288 milhões até 2040.

Um técnico verifica a visão de um homem idoso

Espera-se que o número de pessoas com degeneração macular relacionada à idade (DMRI) aumente significativamente nos próximos 20 anos[^1^]. Embora a DMRI não cause cegueira total, ela pode prejudicar a visão o suficiente para dificultar atividades como dirigir, ler e reconhecer rostos[^1^]. Com os reguladores federais aprovando injeções de medicamentos anti-VEGF para o tratamento da DMRI[^1^], é crucial se manter informado sobre essa condição.

Mas antes de nos aprofundarmos no assunto, vamos explorar algumas perguntas frequentes:

P: O aumento dos casos de DMRI se deve a um aumento real na condição ou a melhores ferramentas de diagnóstico?

R: Alguns especialistas acreditam que o aumento nos casos relatados de DMRI pode ser atribuído a melhorias nas ferramentas de diagnóstico. O diagnóstico precoce permite um tratamento oportuno e melhores resultados[^1^].

R: A distorção de linhas retas, como molduras de portas ou janelas, pode ser um sintoma inicial da DMRI[^1^]. Se você notar essa distorção, é recomendado agendar uma consulta com um oftalmologista[^1^].

Agora que abordamos algumas perguntas, vamos explorar o mundo da degeneração macular relacionada à idade com mais detalhes.

A degeneração macular relacionada à idade é a principal causa de comprometimento grave da visão em populações idosas[^2^]. Ela afeta a mácula, a porção central da retina responsável pela visão nítida[^2^]. Embora os sintomas possam não ser perceptíveis nos estágios iniciais ou intermediários, aqueles nos estágios mais avançados podem ter perda significativa de visão[^2^].

Um especialista sugere que o diagnóstico precoce é crucial para melhores resultados no tratamento[^2^]. A tomografia de coerência óptica (OCT) é considerada o padrão ouro para o diagnóstico[^2^]. Esse teste de imagem produz imagens detalhadas da retina, auxiliando na identificação e monitoramento da DMRI[^2^].

Suplementos nutricionais podem ajudar a retardar a progressão da DMRI. Altas doses de vitamina C, vitamina E, carotenoides e zinco têm mostrado resultados promissores[^2^]. No entanto, a suplementação deve ser baseada nas necessidades individuais e no estágio da doença[^2^]. É importante consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer novo suplemento.

Uma alimentação rica em antioxidantes e carotenoides também pode beneficiar aqueles com DMRI[^2^]. Alimentos como frutas cítricas, berries, melões, brócolis, tomates, espinafre e frutos do mar são recomendados[^2^]. Embora a associação específica entre certos alimentos e a degeneração macular ainda esteja em estudo, é geralmente aceito que uma dieta saudável é boa para a saúde ocular geral[^2^].

A degeneração macular relacionada à idade está tipicamente associada à idade avançada, fatores genéticos e fatores ambientais como fumar[^2^]. Manter uma boa visão em um dos olhos pode ajudar a reduzir o risco de perda de visão associada à DMRI[^2^].

Injeções de fator de crescimento do endotélio vascular (anti-VEGF) são consideradas um tratamento de primeira linha para a DMRI úmida, ajudando a estabilizar e melhorar a visão[^2^]. Novos medicamentos, como pegcetacoplan e avacincaptad pegol, também foram aprovados para o tratamento da atrofia geográfica, o estágio tardio da DMRI[^2^].

Atrasos no tratamento podem levar à perda visual, portanto, a intervenção precoce é crucial[^2^]. Idealmente, o tratamento deve começar dentro de 14 dias do diagnóstico[^2^]. A DMRI seca, caracterizada pelo afinamento da mácula, atualmente não possui um tratamento específico[^2^]. Estratégias de manejo para a DMRI seca incluem o uso de lentes de aumento e otimização da iluminação e recursos de acessibilidade em dispositivos eletrônicos[^2^].

Olhando para o Futuro: Um Futuro Mais Promissor

Com avanços nas ferramentas de diagnóstico e opções de tratamento, um diagnóstico de degeneração macular já não significa cegueira inevitável[^2^]. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado frequentemente podem prevenir graves deficiências visuais, permitindo que as pessoas mantenham sua independência e continuem dirigindo, lendo e reconhecendo rostos[^2^].

Lista de Referências:

  1. Degeneração macular relacionada à idade deve afetar 288 milhões de pessoas até 2040
  2. Degeneração macular: Visão geral e mais informações