Dezoito maneiras de reduzir o inchaço

18 formas de reduzir o inchaço

Incluímos produtos que achamos úteis para os nossos leitores. Se você comprar através dos links desta página, poderemos ganhar uma pequena comissão. Aqui está o nosso processo.

Como avaliamos marcas e produtos

O Medical News Today só mostra marcas e produtos que apoiamos.

  • Avaliar ingredientes e composição: Eles têm potencial para causar danos?
  • Verificar todas as alegações de saúde: Elas estão alinhadas com as evidências científicas atuais?
  • Avaliar a marca: Ela opera com integridade e segue as melhores práticas da indústria?

A distensão abdominal pode causar desconforto, mas existem muitas maneiras de reduzi-la. Exercícios, suplementos, massagem, mudanças na dieta e outras estratégias podem ajudar a reduzir a distensão abdominal rapidamente.


A distensão abdominal ocorre quando o abdômen fica cheio e tenso. Isso geralmente ocorre devido ao acúmulo de gases em algum lugar do trato gastrointestinal (GI). A distensão abdominal faz com que a barriga pareça maior do que o normal e também pode ficar sensível ou dolorida. A retenção de líquidos no corpo também pode causar distensão abdominal.

Neste artigo, fornecemos técnicas para se livrar da distensão abdominal rapidamente e explicamos como reduzi-la a longo prazo.

Dicas rápidas para se livrar da distensão abdominal

A distensão abdominal geralmente ocorre quando há acúmulo excessivo de gases no estômago ou intestinos. Quando a distensão ocorre logo após uma refeição, geralmente se resolve sozinha, mas muitas vezes é possível acelerar esse processo.

A melhor maneira de lidar com a distensão abdominal é determinar sua causa. Os principais gatilhos para a distensão abdominal incluem:

  • Problemas digestivos. Constipação, alergias alimentares e intolerâncias podem causar distensão abdominal. Quando as fezes ficam acumuladas no intestino grosso, isso pode causar distensão e sensação de desconforto. O acúmulo de gases em decorrência das fezes também pode piorar a distensão abdominal.
  • Dieta. Bebidas gaseificadas, consumo excessivo de sal ou açúcar e falta de fibras na dieta podem causar distensão abdominal.
  • Mudanças hormonais. Muitas pessoas experimentam distensão abdominal antes e durante o período menstrual devido a mudanças hormonais e retenção de líquidos.

Muitos remédios caseiros podem ajudar a aliviar a dor e o desconforto da distensão abdominal. As seguintes dicas rápidas podem ajudar as pessoas a se livrarem rapidamente da barriga inchada:

1. Faça uma caminhada

A atividade física pode fazer com que os intestinos se movam com mais regularidade, ajudando a liberar gases e fezes em excesso. Fazer os intestinos se movimentarem é especialmente importante se a pessoa estiver se sentindo constipada. Uma caminhada ao redor do quarteirão pode aliviar rapidamente a pressão dos gases.

2. Experimente poses de ioga

Certas poses de ioga podem posicionar os músculos do abdômen de forma a facilitar a liberação de gases em excesso do trato gastrointestinal. Isso pode reduzir a distensão abdominal.

As poses da Criança, do Bebê Feliz e os agachamentos podem ajudar as pessoas a aliviar rapidamente o acúmulo de gases. Saiba mais sobre poses de ioga para flatulência.

3. Use cápsulas de hortelã-pimenta

Cápsulas de óleo de hortelã-pimenta também podem ser úteis para indigestão e gases relacionados. Normalmente, os fabricantes as comercializam como tratamento para os sintomas da síndrome do intestino irritável (SII), mas pessoas sem SII também podem usá-las para aliviar a distensão abdominal.

A hortelã-pimenta funciona relaxando os músculos intestinais, permitindo que gases e fezes se movam com mais eficácia. As pessoas devem sempre seguir as instruções da embalagem. Quem é propenso a azia pode precisar evitar a hortelã-pimenta.

Cápsulas de hortelã-pimenta estão disponíveis para compra sem receita médica em farmácias ou online.

4. Experimente cápsulas para alívio de gases

Pílulas e líquidos de simeticona são medicamentos anti-gases que podem ajudar a eliminar o excesso de ar do trato digestivo. É essencial sempre tomar medicamentos de acordo com as instruções na embalagem.

As pessoas podem encontrar medicamentos para alívio de gases em farmácias ou online.

5. Experimente massagem abdominal

A massagem no abdômen pode ajudar a movimentar os intestinos. Uma massagem que segue o percurso do intestino grosso é especialmente útil. As pessoas podem seguir os passos abaixo para fazer isso:

  • Colocar as mãos logo acima do osso do quadril direito.
  • Friccionar em movimentos circulares com leve pressão em direção ao lado direito da caixa torácica.
  • Friccionar diretamente pela área superior da barriga em direção à caixa torácica esquerda.
  • Mover-se lentamente em direção ao osso do quadril esquerdo.
  • Repetir conforme necessário.

Se a massagem causar qualquer dor, é melhor interrompê-la imediatamente.

6. Use óleos essenciais

Um estudo de 2016 testou a eficácia de suplementos contendo uma combinação de óleo essencial de funcho e açafrão-da-terra em 116 pessoas com Síndrome do Intestino Irritável (SII) leve a moderada. Após 30 dias, as pessoas relataram uma melhora nos sintomas da SII, incluindo inchaço e dor abdominal.

As pessoas não devem consumir óleos essenciais sem consultar um médico primeiro. Isso ocorre porque algumas formulações podem ser tóxicas ou interferir com medicamentos, e não há regulação das dosagens.

7. Tome um banho morno, relaxante e de imersão

O calor do banho pode proporcionar alívio para um abdômen dolorido. O relaxamento pode reduzir os níveis de estresse, o que pode permitir que o trato gastrointestinal funcione de maneira mais eficaz e ajude a reduzir o inchaço.

Soluções de longo prazo para o inchaço

Medidas rápidas nem sempre são eficazes para algumas causas de inchaço. No entanto, pessoas que têm inchaço frequente podem descobrir que certas mudanças no estilo de vida podem abordar as causas e reduzir o inchaço ao longo do tempo.

As pessoas podem usar estas etapas simples para tentar prevenir o inchaço a longo prazo:

8. Aumente a ingestão de fibras gradualmente

Ingerir mais fibras ajuda a prevenir a constipação e o inchaço. A maioria das pessoas nos Estados Unidos não consome fibras suficientes, com apenas 5% das pessoas atingindo a ingestão diária recomendada de fibras de 25 gramas (g) para mulheres e 38 g para homens.

Entretanto, é importante ter em mente que consumir excesso de fibras ou aumentar a ingestão de fibras muito rapidamente pode causar ainda mais gases e inchaço. As pessoas podem perceber efeitos adversos ao consumir mais de 70 g de fibras por dia.

Ao aumentar a ingestão de fibras, é melhor começar devagar e aumentar a ingestão ao longo de várias semanas para permitir que o corpo se adapte a essa mudança na dieta.

9. Substitua refrigerantes por água

Bebidas gaseificadas e carbonatadas contêm gás que pode se acumular no estômago. O dióxido de carbono que torna os refrigerantes e bebidas similares gaseificados também pode causar borbulhamento e inchaço no estômago.

Açúcares ou adoçantes artificiais na dieta também podem causar gases e inchaço. Beber água elimina esses problemas e ajuda a tratar a constipação também.

10. Evite mascar chiclete

Os álcoois de açúcar presentes no chiclete podem causar inchaço em algumas pessoas. Engolir ar enquanto mastiga também pode levar a inchaço e dores de gases. As pessoas podem usar pastilhas de gengibre ou hortelã para refrescar o hálito em vez disso.

11. Seja mais ativo todos os dias

O exercício ajuda o corpo a eliminar fezes e gases do cólon e pode tornar os movimentos intestinais mais regulares. O exercício também libera sódio extra do corpo através do suor, o que pode ajudar a aliviar a retenção de água.

É vital beber bastante água antes e depois do exercício para manter-se hidratado, pois a desidratação pode piorar a constipação.

12. Coma em intervalos regulares

Muitas pessoas sentem inchaço logo após uma refeição grande. É possível evitar isso comendo várias refeições menores ao longo do dia, o que pode ajudar a manter o sistema digestivo em movimento.

Ingerir alimentos rapidamente pode introduzir ar no trato digestivo. Beber com canudo também pode fazer com que as pessoas engulam mais ar, o que por sua vez leva a gases e inchaço. Pessoas que têm inchaço devem evitar o uso de canudos, se possível, e tentar comer devagar para evitar engolir ar durante as refeições.

13. Experimente probióticos

Probióticos são bactérias benéficas que vivem nos intestinos. Tomar um suplemento probiótico pode ajudar a regular as bactérias do cólon que podem produzir gases e causar inchaço.

14. Reduza o consumo de sal

O excesso de sódio faz com que o corpo retenha água. Isso pode causar uma sensação de inchaço e inchaço na barriga e em outras áreas do corpo, como mãos e pés.

15. Descarte condições médicas

Em alguns casos, o inchaço pode ser resultado de uma condição médica. Para se livrar desse inchaço, a pessoa pode precisar da ajuda de um médico para diagnosticar e tratar sua condição.

Doenças inflamatórias do intestino, incluindo doença de Crohn e colite ulcerativa, podem causar inchaço. A síndrome do intestino irritável (SII) também pode causar esse sintoma.

Condições ginecológicas, como endometriose e cistos ovarianos, também podem causar dor, inchaço e sensação de inchaço na área abdominal.

Pessoas com esses sintomas devem discuti-los com um médico, que também irá querer saber sobre qualquer histórico médico familiar relevante e outras condições médicas. O médico pode solicitar exames de diagnóstico para procurar por quaisquer problemas. Estes podem incluir raio-X, ultrassom, colonoscopia ou exames de sangue.

16. Considere uma dieta com baixo teor de FODMAPs

FODMAPs são um tipo de carboidrato que ocorre em diferentes alimentos. Um artigo de revisão de 2012 de vários estudos concluiu que uma dieta com baixo teor de FODMAPs pode melhorar os sintomas em pelo menos 74% das pessoas com Síndrome do Intestino Irritável (SII). Os sintomas típicos incluem inchaço, flatulência e dor abdominal.

17. Mantenha um diário alimentar

Intolerâncias alimentares são responsáveis por muitos casos de inchaço. Elas podem levar a um acúmulo excessivo de gás no trato digestivo.

O inchaço é comum em pessoas que têm intolerância à lactose e não conseguem digerir o açúcar da lactose em produtos lácteos. A intolerância autoimune ao glúten, conhecida como doença celíaca, é outra possível causa.

Para pessoas cujo inchaço ocorre após as refeições, acompanhar a ingestão de alimentos e bebidas por várias semanas deve ajudar a determinar se alimentos específicos são responsáveis.

A Academia Americana de Médicos de Família oferece dicas para manter um diário alimentar e fornece um modelo para as pessoas começarem.

18. Analise suplementos e medicamentos

Alguns suplementos, como o ferro, podem causar constipação e outros sintomas de indigestão. Isso pode aumentar o inchaço. Por outro lado, o potássio pode reduzir o inchaço ajudando a equilibrar os níveis de sódio do corpo.

Medicamentos também podem causar efeitos colaterais que afetam a função do trato gastrointestinal ou causam indigestão. Se isso acontecer, um médico ou farmacêutico pode sugerir alternativas que sejam mais suaves para o trato digestivo.

Quando procurar um médico

Embora não seja comum, o inchaço e o inchaço do abdômen podem indicar uma condição médica grave. Doenças do fígado, doenças inflamatórias intestinais, insuficiência cardíaca, problemas renais e alguns tipos de câncer podem causar inchaço.

O inchaço que continua por dias ou semanas pode indicar um problema de saúde que precisa de atenção médica. É aconselhável falar com um médico sobre o inchaço contínuo que não desaparece ao longo do tempo.

Pessoas cujo inchaço ocorre junto com esses sintomas devem procurar orientação médica:

  • mudanças no apetite ou dificuldade para comer
  • diarreia
  • vômitos
  • perda de peso
  • febre
  • dor abdominal intensa
  • sangue vermelho vivo nas fezes
  • fezes pretas ou de cor marrom escura

Perspectiva

No final, a perspectiva para o inchaço depende da causa subjacente. Na maioria das vezes, o inchaço é devido a problemas menores que podem ser resolvidos com mudanças no estilo de vida ou tratamentos de venda livre.

As pessoas devem procurar um médico se o inchaço for contínuo ou ocorrer junto com outros sintomas. Determinar a causa subjacente do inchaço e de outros problemas digestivos é o primeiro passo para obter tratamento e se sentir melhor.